Cafeína Anidra: Guia completo – O que é? Para que serve?

Embora a cafeína esteja relacionada ao café, ela é encontrada em uma série de produtos, como por exemplo no chá, chocolate, guaraná e erva-mate. A Cafeína Anidra também é famosa por compor uma variedade de bebidas (incluindo refrigerantes) e vários medicamentos!

A cafeína anidra é conhecida como o pó de cafeína. Os especialistas estimam que cerca de 60% da cafeína que consumimos vem do café. O refrigerante, chocolates e os medicamentos representam os restantes do consumo total numa dieta.

A cafeína tem ação estimulante no organismo. Ela age sobre todos os tecidos, inclusive os do cérebro. A quantidade máxima de cafeína no sangue é atingida 45 a 90 minutos após a ingestão e leva 2,5 a 4,5 horas para reduzir pela metade tamanha sua potência.

Neste artigo, saiba tudo sobre esse poderoso composto e para que serve! 😉


Cafeína Anidra: benefícios

Os efeitos da cafeína anidra no corpo são modestos e dependem de muitos fatores: idade, sexo, sensibilidade individual à cafeína, hora do dia e padrão de consumo. Além disso, não parece haver nenhum vício em pessoas que consomem moderadamente. A seguir, confira alguns benefícios:

Vigilância

A cafeína estimula o sistema nervoso central, o que aumenta a atenção e ajuda a combater a sonolência e o adormecimento. Em altas doses (600 mg), é tão eficaz quanto outros estimulantes prescritos por um médico (anfetaminas, por exemplo).

Cafeína Anidra: Cognição

A cognição, ou elaboração do pensamento, é um fenômeno complexo, envolvendo muitos processos: memória, atenção, funções executivas (raciocínio, planejamento, decisão, etc.), para citar apenas alguns.

Hoje, vários estudos mostraram que o consumo baixo a moderado de cafeína (1 a 8 xícaras por dia) ajuda a melhorar algumas dessas funções.

Isso porque ela diminui os tempos de reação, aumenta a atenção e concentração, melhora o desempenho de tarefas simples, facilita certas tarefas de aprendizagem e melhora a memória.

Humor

Em pequenas doses (menos de 300 mg por dia), a cafeína aumenta a sensação de bem-estar e reduz a ansiedade, enquanto em altas doses (mais de 450 mg), aumenta o nervosismo, irritabilidade e ansiedade.

O efeito da cafeína no humor depende da idade, mas também da hora do dia; os efeitos são mais marcantes no início da manhã.

Alguns pesquisadores estão considerando o uso terapêutico da cafeína para a depressão, mas qualquer conclusão sobre sua eficácia ainda seria prematura.

Leia Mais: Ácido Salicílico: O que é? Para que serve?

Cafeína Anidra: Performance física

A cafeína anidra é encontrada em vários produtos destinados a melhorar o desempenho físico. Além de sua ação estimulante no coração e no sistema nervoso, os pesquisadores acreditam que a cafeína pode ter um efeito benéfico nos músculos e em vários processos fisiológicos associados à prática esportiva.

Em particular, ela aumenta ligeiramente a resistência e a força muscular.

Precauções sobre o uso de Cafeína Anidra

Efeito diurético

Frequentemente ouvimos que a cafeína tem um forte efeito diurético. Esse não é o caso quando consumido de forma moderada, de acordo com um recente resumo de ensaios clínicos.

Para que o consumo de bebidas com cafeína produza mais urina do que o consumo de água, seria necessário ingerir mais de 550 mg por dia, o que equivale, em média, a 4 xícaras de café.

Gravidez

Recomenda-se que mulheres grávidas e amamentando não consumam mais do que 300 mg de cafeína por dia.

Crianças

A ingestão diária de cafeína anidra por crianças não deve exceder 2,5 mg por quilograma de peso corporal por dia. Sobre isso, é importante notar que chocolate, refrigerantes, chá e certos medicamentos também contêm cafeína.

Cafeína Anidra: Contraindicações

A cafeína geralmente não é recomendada para pessoas com doenças cardíacas, insônia, transtornos de ansiedade, úlceras estomacais e duodenais ou hipertensão.

Efeitos colaterais da Cafeína Anidra

A cafeína pode causar insônia, nervosismo, inquietação e irritação estomacal. Ingerida em grandes quantidades, também pode provocar náuseas, vômitos, hipertensão, palpitações cardíacas, arritmia, respiração rápida, cãibras musculares e dores de cabeça.

O consumo prolongado de cafeína causa dependência. A abstinência pode causar dores de cabeça, irritabilidade, nervosismo, ansiedade, sonolência, tontura e confusão.

Leia Mais: Cuidados com a pele: Guia completo com Cronograma

Cafeína Anidra: Interações

Com ervas ou suplementos

Cafeína / efedrina: uma combinação perigosa. Sabemos que a cafeína tem, em particular, um efeito inibidor do apetite. Por este motivo, tem sido usado em conjunto com éfedra. Essa combinação pode promover uma leve perda de peso em curto prazo como parte de uma dieta de baixa caloria.

Porém, o uso deste tipo de produto não é recomendado. Isso ocorre não apenas porque a efedra e a efedrina têm efeitos estimulantes potentes que são potencialmente perigosos, mas a cafeína os aumenta.

Você também deve saber que produtos que combinam cafeína com extrato de laranja amarga – a planta que substituiu a efedra nos coquetéis para emagrecer – já estão no mercado, mas podem ter os mesmos efeitos colaterais.

Com medicação

A cafeína pode:

  • Aumentar os efeitos de analgésicos como o paracetamol e o ácido acetilsalicílico, mas também aumentar significativamente a absorção (cerca de 40%), o que pode ser perigoso no caso do paracetamol (toxicidade hepática);
  • Reduzir os efeitos de sedativos, como benzodiazepínicos;
  • Aumentar os efeitos indesejáveis, em particular os efeitos cardíacos, da teofilina e dos broncodilatadores;
  • Aumentar os efeitos indesejáveis ​​associados aos estimulantes do sistema nervoso central, como a efedrina.

Cimetidina: este medicamento, prescrito para pacientes com úlceras pépticas, retarda significativamente a eliminação da cafeína do corpo, o que pode aumentar os efeitos colaterais desta.

Clozapina: a cafeína pode exacerbar os efeitos e a toxicidade desse neuroléptico.

Antiácidos: a cafeína pode neutralizar o efeito dos antiácidos porque estimula a produção de ácido no estômago.

Alendronato: a cafeína pode inibir a absorção deste medicamento prescrito para prevenir e tratar a osteoporose. Evite tomar cafeína 2 horas antes e depois de tomar o medicamento.

Anticoagulantes / drogas antiplaquetárias: a cafeína pode aumentar o risco de sangramento em pessoas que tomam anticoagulantes.

Nicotina: a cafeína pode aumentar o risco de dependência da nicotina.

Outras: como aumentam o nível de cafeína no sangue, álcool, anticoncepcionais orais, estrogênio e certos antibióticos (dissulfiram, riluzol, terbinafina, verapamil, fluvoxamina) podem aumentar seus efeitos colaterais.

Cafeína Anidra nas prateleiras

Comprimidos de cafeína

Comprimidos contendo 100 mg ou 200 mg de cafeína pura estão disponíveis sem receita nas farmácias. (Para efeito de comparação, 1 xícara de café de filtro contém 179 mg de cafeína.) Comumente chamados de “despertares”, esses produtos são populares entre os alunos de faculdade. Estes comprimidos tomados ocasionalmente e sem abuso são inofensivos.

Leia Mais: Manchas na Pele: Tudo o que você precisa saber

Café

O conteúdo de cafeína do café, a principal fonte de cafeína na América, varia de acordo com o tipo de café usado e como é feito. Curiosamente, também pode variar de um dia para o outro, mesmo que compre sempre no mesmo local.

E então, já conhecia essas informações? Esperamos ter ajudado!

Aproveite para compartilhar este artigo e acompanhar novos em nosso Blog!

Bumbum Cream: cuidado que você merece

Ah, e já que estamos falando de bem-estar e autocuidado, conheça nosso cosmético especial para pele: o BumbumCream. Esse produto ajuda a potencializar os resultados – que com certeza virão se você combinar uma boa alimentação, Yoga e cuidados estéticos.

O BumbumCream é um creme regenerador com o conceito do BB Cream, produto popular na maquiagem feminina. Ele promove um tratamento de celulite, estrias, foliculite e outros problemas de pele desde a primeira aplicação. 

Então, o que está esperando? Experimente e conta para gente como funcionou para você!

More Reading