Manchas na Pele: Tudo o que você precisa saber

Devido ao sol, ao envelhecimento ou a um desequilíbrio hormonal, podem aparecer
manchas na pele castanhas ou brancas no rosto, mas também no decote ou nas mãos.
Frequentemente, causam desconforto estético em mulheres… mas afinal, quais
soluções tratá-las?


Manchas na pele marrons: o que são?

As manchas marrons que podem surgir por volta dos 35 anos, às vezes até antes das rugas, refletem uma desregulamentação da produção de melanina. Com o tempo, a epiderme fica mais fina e os melanócitos (as células pigmentares da pele), muito concentrados em pigmentos escuros, ficam mais visíveis.

Entre as causas dessa superprodução de melanina estão: idade, muito sol, hormônios (algumas pílulas anticoncepcionais ou drogas são fatores de risco). É melhor reagir quando as manchas, também chamadas de manchas solares ou manchas senis, ainda são muito recentes, pois uma vez instaladas, o risco de recorrência é constante.

Os produtos para manchas na pele essenciais

Existem dois produtos essenciais a serem adotados diariamente:

  • Um tratamento anti- manchas (creme ou soro) baseado em princípios ativos despigmentantes, esfoliantes e antienvelhecimento;
  • Proteção solar eficaz (índice 50+) se se expor ao sol, mesmo durante um almoço na rua. Mesmo que não seja exposto aos raios ultravioleta, deve-se aplicar um creme de dia com fator de proteção.

Dicas de maquiagem para esconder manchas

Depois da sua base e da cobertura anti-envelhecimento e anti-UV, não hesite em usar um lápis iluminador nas manchas. Os produtos vão se misturar para um efeito luminoso e radiante, mas sempre um pouco cobrindo e levantando.

Nota: muitas marcas vendidas em farmácias também oferecem linhas de maquiagem
corretiva que ajudam a camuflar os defeitos da pele.

Manchas na pele: soluções de laser ou luz pulsada

Essas manchas são geralmente tratadas com lasers que quebram os pigmentos de melanina para fazê-los desaparecer.

Se os pontos forem bem definidos, o laser de pigmento continua sendo a referência. No entanto, tenha cuidado com os efeitos colaterais, pois isso criará manchas vermelhas e crostas na pele que desaparecerão após cerca de uma semana.

Se as manchas estiverem presentes em grande número na pele, pode-se oferecer luz pulsada ou iPL (luz intensa pulsada). Novamente, pequenas crostas por uma semana.

Leia Mais: Alergia na pele: Tudo o que você precisa saber

Como funciona?

O dermatologista varre a área a ser tratada com um dispositivo que emite luz. São necessárias 2 a 6 sessões, com intervalo de 2 a 4 semanas.

Esses tratamentos não são adequados para peles escuras. Em todos os casos, é importante preparar bem a pele com cremes anti-manchas que colocam os melanócitos em repouso: assim, não haverá risco de ressurgimento do pigmento após a sessão.

É proibido se expor ao sol por pelo menos um mês. E não se esqueça de sempre colocar proteção solar antes de sair!

Livedos: um problema comum

Algumas manchas de pele são denominadas livedo (do nome latino Livedus que significa “azulado”) quando são constituídas por uma mistura de parte de cor vermelho-púrpura e outra parte de coloração normal.

O livedo designa marcas arroxeadas na pele formando uma rede de malha que lhe dá uma aparência de mármore. As manchas são indolores e podem formar uma rede de malha grande ou fina.

Em geral, essa é uma anomalia benigna da circulação cutânea e muitas vezes o resfriado é o responsável por elas. Mais raramente, o livedo pode ser um sintoma de uma doença geral.

Leia Mais: Vitamina C: Tudo que você precisa saber

Localizações frequentes

Quando é fisiológico, o livedo aparece com mais frequência na infância, geralmente nas pernas e coxas, principalmente quando você fica algum tempo imóvel. Quando é patológico, é permanente e pode alocar-se em outras áreas.

Causas: Quais doenças?

Se o livedo for fisiológico, não há doença envolvida. Por outro lado, no caso de um livedo sintomático, podem-se distinguir várias causas: doença autoimune, hipotireoidismo, câncer, certos medicamentos, distúrbios do sistema nervoso central, artrite reumatoide, crioglobulinemia, ateroma, hiperviscosidade sanguínea, periartrite nodosa e outras!

Fique atento e, em caso de dúvidas, procure um médico imediatamente.

Sintomas

Como falamos, o livedo é caracterizado por uma malha roxa na pele. Os sintomas costumam ser acentuados pela exposição ao frio. Na França, existem 2 tipos de livedo:

O livedo reticulado (reticularis). É feito de malhas finas e regulares que sempre fecham sobre si mesmas. Na maioria das vezes é fisiológico: é atenuado quando deitado e desaparece com o aquecimento.

E o livedo ramificado (racemosa). É constituído por malhas grandes, irregulares, abertas, assimétricas e muitas vezes pendentes. Ainda requer avaliação e monitoramento.

Leia Mais: Vitamina D: Tudo que você precisa saber

Marmoreio infantil

Quando o bebê nasce, ele pode apresentar manchas causadas pelo frio. Elas geralmente desaparecem assim que está quente.

Quem e quando consultar?

Diante do surgimento repentino de pele marmorizada com grandes malhas irregulares e assimétricas, é sempre aconselhável consultar um médico assistente ou pediatra. Se as manchas forem permanentes e localizadas em áreas menos periféricas, ele também pode solicitar uma avaliação de vasculite e uma avaliação de coagulação.

Tratamento: como tratar um livedo da pele?

Não existe um tratamento específico para o livedo fisiológico, como apontam os dermatologistas. Por outro lado, para o livedo patológico, o manejo terapêutico vai depender dos resultados da avaliação realizada e da patologia em questão.

Pele clara, mista ou ébano: todos os tipos de pele estão sujeitos a este problema, principalmente no verão. Certos tratamentos podem ajudá-lo a recuperar uma tez mais uniforme, desde que você os use, escolha e aplique corretamente.

Podemos remover todas as manchas?

Infelizmente não. Se suas manchas estão escuras e instaladas há vários anos, é impossível fazê-las sair dali ou simplesmente clarear. Melhor marcar uma consulta com seu dermatologista para uma sessão de laser, um tratamento com nitrogênio ou um peeling.

Por outro lado, se surgiram recentemente e estão relativamente claras, pode tratá-las
em casa com os cuidados adequados.

Bons hábitos a serem adotados para evitar manchas na pele

O sol é a principal causa do aparecimento de manchas e do envelhecimento da pele. Durante a primavera / verão, aplique protetor solar urbano nas áreas expostas (rosto, mas também pescoço, decote e mãos). Nas férias, opte por proteção solar FPS 50+.

Do lado dos cuidados com a pele, os soros anti-manchas (despigmentantes e unificadores) e os cremes faciais com princípios ativos esfoliantes, como ácidos de frutas, AHAs e tretinoína, continuam sendo os mais eficazes. Aplique-os como rotina por três meses após o verão.

Hábitos para abandonar: o uso de tratamentos faciais muito agressivos, como esfoliantes ou peelings. Ao contrário da crença popular, não são as esfoliações repetidas que o ajudarão a unificar a pele novamente!

Esperamos que este artigo tenha ajudado! Aproveite para acompanhar mais conteúdos sobre beleza, saúde e bem-estar em nosso Blog, combinado?

Bumbum Cream: cuidado que você merece

Ah, e já que estamos falando de bem-estar e autocuidado, conheça nosso cosmético especial para pele: o BumbumCream. Esse produto ajuda a potencializar os resultados – que com certeza virão se você combinar uma boa alimentação, Yoga e cuidados estéticos.

O BumbumCream é um creme regenerador com o conceito do BB Cream, produto popular na maquiagem feminina. Ele promove um tratamento de celulite, estrias, foliculite e outros problemas de pele desde a primeira aplicação. 

Então, o que está esperando? Experimente e conta para gente como funcionou para você!

More Reading