Yoga: O que é? Como fazer? Para que serve? – Bumbum Cream

Pesquisas mostram que o Yoga é uma prática que pode ajudar a reduzir os marcadores físicos de estresse, incluindo a pressão arterial. Afinal, uma vida mais ativa pode fortalecer seu coração e ajudar com a força funcional, o tipo de força que você usa nas atividades diárias. 

Além disso, praticar Yoga oferece muito mais benefícios… regularmente, também melhora a flexibilidade e o equilíbrio. O estresse elevado e o ritmo acelerado do mundo de hoje tornam os exercícios mais relevantes do que nunca. Entenda melhor neste artigo!


Yoga: O que é? Como fazer? Para que serve?

A tradução literal da palavra “yoga” do sânscrito (que é reconhecida como a língua original) é “união”, e essa é uma base adequada para definir o Yoga como o conhecemos hoje.

O conceito dessa prática envolve o unir da mente e do corpo pelo uso da respiração, ideia semelhante à meditação. Muitas pessoas passaram a conhecer os benefícios físicos do Yoga e pensam nele como um tipo de exercício, mas na verdade é muito mais do que isso.

É realmente um estilo de vida completo; as posturas são apenas uma parte do processo…

História

O Yoga começou na Índia e existe há cerca de 5.000 anos. Originalmente, era ensinado individualmente e apenas para homens da classe mais elevada.

Embora, tradicionalmente, seja esse um sistema para promover o bem-estar nos níveis físico, mental, emocional e espiritual, geralmente não é considerado um conjunto de crenças religiosas.

O Yoga pode ser praticado de maneira completamente secular, e é praticado por pessoas de todas as tradições religiosas, bem como pessoas que são agnósticas e ateus, de acordo com a Yoga Alliance.

Como fazer?

Se você está iniciando na prática do Yoga, separamos abaixo algumas dicas úteis para se atentar:

1. Confira a aula primeiro:

Observe uma aula e entreviste o professor, se possível. Mesmo que a turma seja rotulada como iniciante, você pode querer investigar mais para ter certeza. Pode ser que a aula seja de nível iniciante, mas não se destina a ser a primeira aula que alguém fará.

Às vezes, as aulas para iniciantes são projetadas para pessoas mais jovens ou mais em forma, ou mesmo para pessoas com um pouco de experiência em Yoga. Então, quando for possível, converse com o instrutor ou assista a uma parte ou toda a aula antes de participar efetivamente.

2. Experimente uma aula mais lenta ou uma destinada a iniciantes:

Certifique-se de que o professor esteja incentivando as pessoas a ouvirem seu corpo. Você deve se sentir apoiado em apenas fazer o que se sente confortável fazendo em um determinado dia, isso é importante. Você não vai querer pagar por uma aula que pareça uma competição, especialmente se você for um iniciante.

3. Comunique-se com o instrutor:

Apresente-se ao instrutor antes do início da aula e diga a ele que é sua primeira aula. Se tiver alguma lesão ou condição crônica, você deve informar seu instrutor também.

Eles saberão orientar um treinamento adequado para ajudá-lo a modificar as posturas e a prevenir lesões.

4. Não se preocupe com as pequenas coisas:

Lembre-se, todo mundo foi um iniciante em algum momento. Não precisa ser complicado; você não precisa ter roupas ou adereços especiais; pode ser uma prática muito simples. Yoga significa encontrar paz no momento, não perca esse conceito de vista.

Os benefícios do Yoga para a Saúde

Os benefícios do Yoga são diferentes para pessoas diferentes, é importante frisar. Mas, no geral, ele tem componentes que podem ajudar com flexibilidade, força, equilíbrio e estabilidade. Esses são benefícios que podem beneficiar qualquer pessoa!

Algumas pesquisas mostram também que pode ajudar com medidas específicas de saúde, como hábitos alimentares, perda de peso e manutenção da perda de peso e saúde cardiovascular.

Uma revisão que analisou o impacto da prática de vários tipos de Yoga, publicada no European Journal of Preventive Cardiology em 2014, descobriu que as pessoas que praticavam os exercícios (os pesquisadores incluíram qualquer tipo de prática de Yoga no estudo) viram melhorias em várias medidas de saúde, incluindo: perda de peso, redução da pressão arterial e diminuição do colesterol LDL (ou “ruim”, como é conhecido).

Uma meta-análise publicada em março de 2019 na Mayo Clinic, empresa referência na medicina, descobriu que as intervenções de Yoga ajudaram pessoas de meia-idade com um índice de massa corporal (IMC) de 25 ou superior a baixar a pressão arterial. Os benefícios foram maiores quando a intervenção incluiu técnicas de respiração e meditação.

Por fim, também há evidências de que o Yoga pode ajudar pessoas com certas condições de saúde e doenças crônicas a controlar a dor e outros sintomas e a melhorar a qualidade de vida em geral.

Separamos também para você um infográfico com alguns benefícios em praticar Yoga. Confira!

Tipos de Yoga

Existem cerca de 20 tipos principais de Yoga, e certos tipos podem atrair certos indivíduos, por razões muito particulares. Isso ocorre porque as pessoas geralmente têm objetivos e razões diferentes para querer fazer Yoga, conforme você entenderá a seguir.

Dependendo da região do país em que você vive e do tamanho da comunidade de Yoga, você pode encontrar vários tipos de ioga oferecidos em estúdios perto de você. Aqui estão alguns desses tipos:

  • Hatha yoga: abrange vários tipos de yoga, incluindo ashtanga, vinyasa e power yoga. As aulas de hatha tendem a ter um ritmo mais lento do que as aulas de vinyasa e podem não necessariamente fluir de pose para pose, como é mais conhecido. Em geral, as posturas são mantidas por várias respirações antes do início de outra. O que é consistente nos diferentes tipos de hatha Yoga é que as posturas e posturas físicas devem estar ligadas aos seus padrões de respiração.
  • Ashtanga yoga: é um tipo de Yoga fisicamente exigente que se move rapidamente de uma postura para outra. Ao contrário do flow ou vinyasa yoga, existem sequências definidas que devem ser realizadas em uma ordem específica. Ashtanga yoga pode ser praticado em uma aula com o professor ou no formato Mysore. Mysore é um tipo autoguiado com um instrutor presente, mas que não conduz a classe. No formato Mysore, espera-se que os alunos saibam de memória a sequência e o tempo das poses, daí a não necessidade de condução.
  • Kundalini yoga: combina posturas, respiração, meditação e o canto de mantras. Tradicionalmente, o Kundalini Yoga se destina a “despertar” as diferentes energias dentro de cada um de nós e elevar a consciência.
  • Yin yoga: é um estilo no qual não há fluxo de pose para pose. Você fica quase sempre sentado no chão ou deitado de costas ou de barriga para baixo. É um estilo mais passivo e se concentra no alongamento. E as posturas são mantidas por mais tempo do que em outros tipos de yoga. Esse tipo de alongamento pode ser bom para as articulações de uma maneira diferente do alongamento ativo!
  • Yoga nidra: é mais uma meditação do que uma aula de Yoga cheia de poses. Os alunos deitam-se de costas (pode-se usar um cobertor ou almofada para aumentar o conforto) enquanto o professor os orienta no foco e no relaxamento de diferentes partes do corpo. Pessoas que praticam Yoga nidra são encorajadas a “deixar ir” e se render ao relaxamento total e à paz. Pode ser tão relaxante e restaurador quanto o sono real, imagine!

Considerações finais

Para reduzir o estresse e a ansiedade, considere praticar Yoga cerca de 2x na semana e repare nos resultados que isso terá nas próximas semanas. Ou, ainda, se você não puder fazer posturas de Yoga, tente um exercício de respiração de Yoga, que é bastante simples e efetivo. 

Se, no entanto, você tiver quaisquer problemas respiratórios, como bronquite ou asma, é melhor buscar orientação de um médico bem informado antes de iniciar uma prática respiratória – especialmente se você achar que é um desafio.

Se você gostou deste artigo, não deixe de acompanhar nosso blog! Lá, falamos sobre o universo feminino, cuidados com a pele e a saúde, dicas de bem-estar e muito mais 😉

Não deixe de conferir!

Bumbum Cream: cuidado que você merece

Ah, e já que estamos falando de bem-estar e autocuidado, conheça nosso cosmético especial para pele: o BumbumCream. Esse produto ajuda a potencializar os resultados – que com certeza virão se você combinar uma boa alimentação, Yoga e cuidados estéticos.

O BumbumCream é um creme regenerador com o conceito do BB Cream, produto popular na maquiagem feminina. Ele promove um tratamento de celulite, estrias, foliculite e outros problemas de pele desde a primeira aplicação. 

Então, o que está esperando? Experimente e conta para gente como funcionou para você!

More Reading